segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Claude Monet, S/ Título, 17x27 cm, Cabinet des Dessins, Museu do Louvre, Paris
"Deve-se começar por desenhar...desenho simples e directo, com carvão, lápis ou outro meio, acima de tudo observando os contornos, porque nunca é certo mantê-los uma vez que se comece a pintar”
Claude Monet, 1920

Perceber onde está o desenho numa pintura ajuda a compreender as diferenças entre ambos. Das existentes, esta: se o primeiro define o espaço, a segunda caracteriza-o. Mas não se esgotam aqui os territórios – complementares – do desenho e da pintura. O exercício é estimulante, ainda mais quando o objecto de estudo é a obra de Claude Monet (1840-1926), artista impressionista cujos desenhos são bem menos conhecidos que as suas pinturas.
Para os aprendizes e não só, sugere-se o catálogo da exposição que teve lugar na Royal Academy nos idos de Março:
http://static.royalacademy.org.uk/files/introduction-to-the-unknown-monet-108.pdf

5 comentários:

Anónimo disse...

Penso que faz todo o sentido a percessao da linha e do preenchimento (desenho e pintura)mas para grandes génios da arte como DaVinci, Miguel Angelo, Rembrandt entre muitos outros torna-se um acto involuntário nas suas criaçoes pois é automático mas isto é uma impressao pessoal sobre a arte e também de um aprendiz. Zé Pereira

Anónimo disse...

Quanto a esta publicação tenho a dizer em minha opinião pessoal que o desenho não é menos importante que a pintura e vice versa; ambos têm o seu papel mas acho que um está por vezes dependente do outro! Tal como diz o pintor francês Claude Monet acho que antes de se iniciar uma tela ou qualquer pintura em qualquer suporte deve fazer-se um desenho daquilo que se pretende, um desenho breve e simples para depois se iniciar o processo de pintura! O desenho ajuda o pintor a definir algo que ele quer retratar aquilo que lhe vai no seu pensamento e é atravéz do desenho que ele passa o para o seu trabalho; a pintura ajuda a caracterizar esse espaço retractado permitindo-nos, depois a nós espectadores ter uma apreciação agradável ou critica sobre a obra de arte.


Dulce Pereira.

joao duarte disse...

Desenho vs pintura....onde é que eu ja ouvi isto!!!ouvi tambem e considero como certeza que em determinadas epocas da historia da arte se deu mais importancia ao desenho na medida em que se nota perfeitamente que o desenho foi pensado, teve uma base geometrica, em que a pintura aí apenas veio veio como acrescimo, para preencher os espaços e noutras epocas deu-se bem mais importancia à pintura. Na minha opiniao como aprendiz, a menos que se queira fazer como pollock, a pintura e o desenho andaram sempre interligados, estao casados para vida, mas podem dar tempos, o que eu quero dizer é que o desenho, esta sempre na base da pintura na medida em que se tem de esboçar primeiro os espaços que se vao pintar(traço, ponto, mancha), o desenho é bem mais pratico e se queremos representar algo rapidamente sem duvida que utilizaremos o desenho, mas se queremos algo que dê mais nas vistas, iremos pintar um quadro à maneira. Nao considero que tenha respondido certo, mas tb nao percebi bem, o ue se tinha de comentar (tentei) Joao Soares

Anónimo disse...

Acho que o desenho nao é mais importante do que a pintura, e vice versa, um está dependente do outro. Para uma boa pintura antes deve-se fazer um desenho, ou seja, um esboço, para delimitar os contornos depois imvisiveis na pintura. Só assim vem uma pintura desejada.

Fábio Silva

filipa oliveira marques disse...

a barreira entre desenho epintura e muito tenue, o que faz com que seja um pouco complicado defini-la...
durante a historia da arte desenho e pintura foram travando uma "luta" entre si.Temos exemplos de varias obras em que o desnho "vence" e aparece bem evidenciado, e outras em que a pintura aparece mais evidenciada que o desenho...normalmente estao associados, o que nao significa que tenham de ser dependentes um do outro! é perfeitamente possivel pintar uma tela sem qualquer recurso ao desenho, tal como e igualmente possivel dsenhar sem recrrer a pintura.
sao ambas igualmente importantes, e ambas conseguem transmitir ao espectador sentimento( ou nao)e despertar a percepçao para a obra, podendo assim fazer uma analise iconografica e/ou apreciativa da obra. o desnho permite delimitar os contornos daquilo que e imaginado/visto e que se pretende passar para o suporte; apintura pode ter a funçao complectiva desse desenho (podendo alterar a sua percepçao, e a sua interpretaçao)mas tambem pode ser um outro recurso para o artista expressar aquilo que pretende...
""""TENTEI""""
aguardo resposta

Ligação rápida: Artes - Desenho - Geometria Descritiva